Alguns profissionais podem ser considerados como “grife da notícia”. Um deles é Heródoto Barbeiro, que ouvi primeiro na rádio CBN e também assisti na época do Jornal da Cultura e do Roda Viva.

Agora, Heródoto partiu para novos desafios e estreou na noite de segunda-feira (23/05/2011)  no comando do Jornal da Record News. Apesar de todos estarem um pouco travados, por ser a estreia, o formato é bem interessante. Como na época da CBN, Heródoto dialoga com diversos colunistas e com os repórteres que entram ‘ao vivo’.

Mas a deusa platinada está me privando de acompanhar o Heródoto Barbeiro. Sou assinante SKY e a operadora barrou o canal de notícias dos bispos desde sua inauguração. A NET tem a mesma atitude. Ambas fazem parte ou estão agarradas aos tentáculos globais.

A Record chegou, inclusive, a ir para o front e explicar ao telespectador o porquê de os assinantes da SKY e NET serem privados de acompanhar o canal de notícias do grupo:

“Esclarecimento aos telespectadores que têm telefonado à emissora: os assinantes da SKY e da NET que quiserem acompanhar a estreia do Jornal da Record News infelizmente não vão conseguir. Essas duas operadoras se negam a retransmitir o sinal do canal de notícias, apesar dos inúmeros esforços do grupo Record para que isso aconteça. Sky e Net optam por não exibir a Record News para seus clientes por ligações com as Organizações Globo”.

A Globo poderia enfrentar a Record News reforçando seu canal de notícias, a Globo News, mas quando o medo abunda a fuga é não enfrentar a concorrência. Porém, instalei uma antena UHF na minha televisão e assisti a Record News. Também acompanhei o que acontecia nos intervalos do telejornal por meio do R7.com. Vamos ver se o Jornal da Record News não vai passar de uma surpresa ou vai se firmar como uma boa opção ao engessado jornalismo global.

Anúncios