Foi com essa frase que a minha infância foi marcada assistindo os tokusatsus na finada Rede Manchete. E fui surpreendido com uma notícia triste, após quase 40 anos o estúdio de dublagem Álamo vai fechar as portas. A matéria completa pode ser lida no site JBox.

Mesmo aqueles que não gostam de produções dubladas, não podem negar que a dublagem brasileira é uma das melhores do mundo, se não for a melhor. Os nossos dubladores também são fantásticos. São capazes de melhorar uma interpretação fraca no idioma original. Um exemplo é a série ‘Arquivo X’. David Duchovny é péssimo interpretando Fox Mulder, mas a dublagem brasileira salva a interpretação fraca do ator.

Mas para mim, os mais marcantes trabalhos da Álamo foram nas séries e desenhos japoneses, com a inesquecível voz de Carlos Alberto Amaral falando: “versão brasileira Álamo”. Abaixo trailers de episódios de ‘Flashman’ e ‘Jiraiya’ na voz de Amaral.

Também vale a pena assistir a matéria do Goulart de Andrade, na época do ‘Comando da Madrugada’ na Band, sobre dublagem nos estúdios da Álamo, em São Paulo. Ele até que se sai bem dublando.

Anúncios