Busca

Mundo Naressi

Uma visão, muitos mundos

Tag

mini conto

Luz Temporal

Em 2024, todos chamaram de louco o cientista irlandês Philips O’Brien, quando ele apresentou uma teoria de viagem no tempo. Com as novas naves do Programa Espacial da China, feitas com a liga metálica de duranialímio, descoberto no solo marciano, O’Brien provou que sua teoria era possível. Com o motor experimental de anti-matéria, criado pela República da Coréia, uma nave chinesa poderia ser lançada em direção ao Sol e descrever uma elipse pelo arco de 250 milhões de quilômetros do astro. Ao completar a elipse a nave seria jogada para o passado ao para o futuro. Continuar lendo “Luz Temporal”

Era da Carne

Dizem que sempre, de tempos em tempos, a humanidade dá um grande salto evolutivo. Depois da Revolução Industrial, da Era dos Computadores e da Revolução dos Robôs houve o que hoje é conhecido como a Era da Carne.

O ano foi 2099, o mundialmente conhecido Doutor Albert Deschaumes anunciou o maior avanço de todos os tempos da ciência. Ele descobriu como converter as informações do nosso cérebro em dados e depois transferi-los para o cérebro mecânico de um autômato. O sonho de todos os humanos, a vida eterna, se tornaria realidade. O próprio doutor foi o primeiro a mostrar que o procedimento era confiável. Ele transferiu sua mente para um autômato feito a sua imagem e semelhança. Depois disso, milhões seguiram o mesmo caminho. Continuar lendo “Era da Carne”

A Carta

Desde criança, tenho um gosto especial pela a ficção científica. Acredito que seja o único gênero que pode tratar de qualquer outro gênero sem deixar de ser ele mesmo. Depois de 2001, resolvi colocar alguns textos na Internet e acabei conhecendo outros escritores amadores como eu.  Em 2004, fui convidado para fazer parte do REFICEF (Recanto dos Escritores de Ficção Científica e Fantasia). Durou pouco (infelizmente por falta de tempo de todos os envolvidos), mas foi excelente para aprender mais com companheiros de “pena”. Continuar lendo “A Carta”

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑