“Era inevitável. O poderoso Kalamitor (Cauramitoo) tinha razão. A “sociedade” (povo) estava chegando ao fim. A tentativa (…) de colonizar uma parte de TyaKiZu (ou Tchakiz) [Tya=azul e KiZu=pequeno ou pouco favorável] havia falhado [weiuf = falhar no sentido da honra ou moral]. (…) uma única alternativa restava. O poderoso Kalamitor projetou o peegrhuko [não foi encontrada tradução, mas “grh” pode ser derivado de “grhdji”=grande distância]. (Nós) mandando um alerta poder-se-á impedir que… (Kalamitor) Instruiu-nos a passar o código da Alzri [?]. Depois só poderemos esperar o fim.”

“Richard, esse manuscrito foi encontrado em uma expedição científica submarina no Canal da Mancha no ano passado. O que você leu foram os trechos que foi possível recuperar e que os cientistas tentaram traduzir.”

“Mas como assim, Colin? Eles traduziram do nada?”

“Não. Há trinta e quatro anos foi encontrado um livro em uma escavação marítima no norte da Grã-Bretanha com os mesmos traços. O livro continha vários símbolos, palavras e frases em uma escrita desconhecida.”  Colin faz uma pausa, olha para o manuscrito e dá um longo suspiro. “Eu chamei você aqui pois temos um mistério para resolver. Algo que pode afetar a todos…”

“Nós? Que mistério é esse que pode afetar a todos?”

“O governo britânico concluiu que os Alzri, nome dado pelos pesquisadores para essa sociedade, eram seres extraterrenos. O tal TyaKiZu é o nosso planeta Terra. Eles vieram em uma missão de colonizar toda a região da Europa, mas, por algum motivo, não deu certo. A única alternativa deles foi construir o peegrhuko. A pouco tempo descobrimos que essa construção são os monolitos de Stonehenge. Alguns equipamentos de alta tecnologia encontraram distorções no campo gravimétrico da parte interna da construção. Foi então que duas pesquisas se juntaram. A pesquisa dos Alzri e a pesquisa dos Círculos Ingleses.”

“Círculos Ingleses? Aquelas figuras ou formas geométricas que aparecem nas plantações, não é?”

“Isso mesmo. Os cientistas descobriram que Stonehenge é um potente comunicador. Eles acreditam que os Alzri enviaram uma comunicação para o lugar de onde teriam vindo. Os círculos que começaram a aparecer algumas décadas atrás são a resposta da comunicação dos Alzri. Cada vez que o campo gravimétrico em Stonehenge é distorcido, um novo círculo aparece. A questão na qual vamos trabalhar é em relação ao último círculo que apareceu no sul da Escócia. Os cientistas encontraram o mesmo desenho desse círculo no livro da escavação marítima de trinta e quatro anos atrás. Segundo a tradução que eles fizeram, o circulo significa: Solução Final! Comunicação Encerrada.”

“Isso é espantoso.”  Richard fica pensativo por alguns instantes e pergunta algo que começou a inquietá-lo. “Nenhum círculo apareceu depois desse na Escócia?”

“Mais nenhum. A nossa missão agora é descobrir o que significa o código de Alzri, emitido pelos extraterrenos alguns séculos atrás. Assim saberemos o que é a “Solução Final”. Enquanto isso, os cientistas tentam descobrir como Stonehenge funciona. Acredito que ainda vamos precisar muito daquelas pedras…”

Anúncios